CHRIS FRANCINI

Resumo Semana De Moda De Milão Primavera/Verão 2017

MFWChris FranciniComment

Gucci

O verão 2017 da marca apresentou a mistura de todos os estilos, cada modelo traz uma história, um estilo e uma ocasião. Destaque para produções básicas desfiladas ao lado de vestidos de festa. O melhor do estilista Alessandro Michele, ele dá sentido as roupas na passarela e traz mudanças a cada coleção. Amei!

Alberta Ferretti

No desfile de Alberta, o estilo romântico ganhou detalhes sensuais de couro, amarrações e transparência que contrastam as saias volumosas, babados e cores intensas. Em uma segunda parte do desfile, com a modelo Isabeli Fontana, a coleção apresenta looks de alfaiataria com cintura bem marcada e tecidos fluidos misturados com peças mais rígidas, trazendo a ideia do sexy com o moderno.

Roberto Cavalli

A mulher Roberto Cavalli tem uma referência exploradora, de diferentes culturas. Na terceira coleção de Peter Dundas para a marca, reforça a combinação do antigo com o moderno. Com referências dos anos 70, o estilista investiu em estampas étnicas e um toque boho, muitas vezes com a sobreposição de outros materiais como alfaiataria, detalhes em couro e, cores vibrantes. Os patches tiveram forte presenças em calças jeans flare e vestidos de babados. Mas o patchwork vai além da aplicação que estamos acostumados, foram usados: lurex, couro, seda e outros materiais nobres. 

Max Mara

O tropicalismo e trabalhos da arquiteta Lina Bo Bardi inspiraram o verão 2017 da Max Mara. A coleção traz uma alfaiataria e modelagem que remetem ao trabalho de Lina e as estampas tropicais e imagens da fauna brasileira representam toda beleza do país. Na cartela de cores, tons vibrantes, como: Verde, laranja, amarelo, rosa, azul combinados com cinza, nude, preto e branco. 

Fendi

O verão 2017 da marca apresenta a mistura do século 18, misturados com elementos modernos e esportivos. O couro está em quase todas as peças: Vestidos, saias e tops com aplicações. Atenção para as mangas amplas que continuam nesta temporada, assim como os recortes que aparecem em alguns tops. As peças são leves e fáceis de usar. As bolsas, marca registrada de Karl Lagerfeld, continuam no desfile, coloridas e divertidas, complementando os looks.

Prada

Um dos desfiles mais aguardados da MFW, a marca fez uma apresentação que fala do retrô e do futurista, ao mesmo tempo usa elementos clássicos e projeta o futuro. A mistura de texturas e sobreposições é inusitada. Em destaque, a estampa xadrez com plumas nas mangas e vestidos, estilo “sleepwear”, sobrepondo peças esportivas. A estilista busca a sensação daquilo que já foi visto com o novo ou diferente. Adorei!

Moschino

Nesta temporada, a marca trouxe uma coleção inspirada nas bonecas de papel e produções inspiradas nos anos 50, 60 e 80. Foram desfilados alguns looks montados de lingeries, peças de couro, vestidos para dar um efeito fun a passarela. As estampas de poá e floridas ganham espaço em meio a moletons divertidos. Após o desfile, a Moschino lançou uma nova coleção-cápsula, desta vez com o tema cápsulas e comprimidos que já estão à venda no e-commerce da marca.

Giorgio Armani

Os tons de azul invadiram o verão 2017 da Armani. A coleção é leve e com muitas estampas gráficas. As bermudas são um ponto forte desta temporada, trazem um visual tradicional com toques femininos. Destaque para peças cobertas com cristais, bem moderno!

Etro

Inspirada em uma mulher aventureira e chic, o verão 2017 da marca traz suas tradicionais estampas étnicas, que ganham cores mais intensas, como: Rosa, azul e amarelo. Inspirado Transparências, babados e complementos dos vestidos causam uma sensação de leveza. As amarrações e acessórios dão um toque jovem e atual.

Bottega Veneta

Em comemoração aos 50 anos, a grife sua coleção de verão com looks leves e monocromáticos ideal para a estação. Atenção para o ótimo uso do couro, especialidade da marca. Além disso, uma série de tricô trouxe produções super femininas.

Marni

Looks de alfaiataria monocromáticos, cintos e mangas volumosas e, peças fáceis caracterizam o verão da Marni, que também apresentou uma série com estampas. As proporções inusitadas e volume continuam nesta temporada, assim como as sobreposições. Os detalhes de corda pontuam toda coleção.

Dolce & Gabbana

Com uma super produção focada em uma temática tropical, a Dolce Gabbana chamou atenção em Milão com um desfile leve e divertido. Sorvete italiano, espaguete, pizza são destaques desta temporada nas estampas da marca! Os tradicionais bordados pontuam os jeans e jaquetas, que foram combinados nessa coleção, criando uma ideia de combinações para o dia. Para os pés, os slippers com uma pequena plataforma, mas o destaque foram os saltos que iluminam. Se em Nova Iorque você viu tênis com luzes embaixo, na cidade italiana é a vez dos saltos! 

Salvatore Ferragamo

Os looks monocromáticos também foram destaque no desfile da marca, que apresentou poucas estampas. A coleção traz peças de alfaiataria com cintura marcada e, o destaque são as mangas arredondadas! As bolsas grandes contrastam as cores das roupas. Em alta, as flatforms pontuaram todas as produções.

DSquared2

Enquanto algumas marcas optam pelo minimalismo, a DSquared2 fez totalmente o contrário, apresentação em seu verão, uma coleção com mix de tecidos e estampas, diversos detalhes (nada discretos!), estampas, brilhos, mangas volumosas e ombros bufantes. Todas as peças de cada look trazem uma informação de moda, sandálias com acessórios, cintos decorados. 

Quer saber como foram as outras semanas de moda? Nova Iorque - Londres

Workshop de Tendências com Chris Francini

Workshop, TendênciasChris FranciniComment

O mês de outubro será agitado! Além do curso de Consultoria e Moda e Estilo, este mês ministrarei mais um Workshop de Tendências!!

Vamos abordar todas as tendências dos próximos seis meses e ainda, como usar, montar looks e, adequar a cada estilo e tipos físicos. 

Para mais informações como valores, programa e inscrição, enviem um e-mail para chris.francini@crossnetworking.com.brEspero por vocês!

Resumo Semana de Moda de Londres Primavera/Verão 2017

LFWChris Francini1 Comment

Ontem foi o último dia da London Fashion Week, semana de moda que deu continuidade a temporada de desfiles de grandes marcas, como: Mulberry, Charlotte Olympia e Burberry. Confiram abaixo um resumo das principais apresentações em Londres:

Barbara Casasola

O estilo minimalista da marca ganha um toque de sensualidade com a silhueta alongada, cintura bem marcada e, principalmente, vestidos plissados. A cartela de cores é bem sóbria, com inspiração no Candomblé e Amazônia. Atenção para os ombros à mostra, em alta nesta temporada! As peças de alfaiataria, como os blazers, também estiveram presentes no desfile.

House of Holland

Uma coleção romântica com um ar fun e uma ousadia, que só a marca tem. O xadrez vichy aparece em quase todos os looks e sempre com babados, seja nas mangas ou em toda peça. Destaque para as botas com a mesma estampa das roupas, lenços no pescoço e os maxi brincos que completam as produções. No final, as modelos desfilaram com as t-shirts vibrantes e slogans que fizeram sucesso há dez anos em sua primeira coleção.

Mary Katrantzou

O verão 2017 da estilista teve como inspiração o seu país, a Grécia. Muitas cores, estampas e aplicações trouxeram um efeito ótimo para a passarela. As peças são próximas ao corpo e cintura sempre bem marcada. Nos acessórios, a marca apostou em brincos grandes, enfeites de cabelo e clutches em forma de letras, que estarão em alta. Amei!

Topshop

Inspirada nos anos 80, a Topshop investiu em estampas de animal print, transparência, alfaiataria e outras referências de Londres nessa época. Vestidos bem marcados, recortes assimétricos e fendas juto com scarpins e acessórios vibrantes que vão das passarelas para a loja, no formato see now, buy now.

Peter Pilotto

Nesta temporada, o estilista se inspirou na América do Sul e na cultura de cada país, para um verão colorido e com um grande mix de estampas. Sobreposições, aplicações de patches e bordados deram uma pegada esportiva e mais jovem a coleção.

Mulberry

A listras são a grande aposta da grife para a temporada! O desfile apresenta looks que remetem aos uniformes ingleses, com mix de listras, xadrez e bordados. As roupas ganham movimento com detalhes assimétricos e babados. Em uma segunda parte, a marca traz um toque futurista, peças vibrantes e sapatos com bico quadrado, além das maxi bolsas para carregar tudo o que precisa!

Charlotte Olympia

Em um desfile divertido e colorido, a marca traz sua coleção inspirada em Carmen Miranda e no Brasil. Vestidos, saias e calças em tons sóbrios e uma silhueta bem feminina, foram arrematados com acessórios-desejo de frutas e cores vibrantes, que estão em alta nesta estação!

CO.jpg

Erdem

O romantismo flerta com a fantasia no desfile da Erdem, que aposta em peças femininas com babados, transparência e laços. Aliás, amarrações acompanham muitos dos looks! A coleção está impecável, com transparência usada corretamente assim como, aplicações de rendas e bordados.

Burberry

A marca traz uma coleção com muita sobreposição. Os conjuntos de seda, estilo pijama, continuam em alta e receberam o mix de estampas com um ar mais moderno e combinados com cintos. Trench coats, casacos básicos ou estilo militar foram usados para finalizar as produções.

Fotos: Divulgação/Agência Fotosite

Hoje demos início a semana de moda de Milão, vamos acompanhar?

Resumo Semana de Moda de Nova Iorque Primavera/Verão 2017

Chris em NY, NYFWChris FranciniComment

A semana de moda de Nova Iorque terminou e antes de falarmos sobre Londres, fiz um resumo de todos os desfiles, alguns que pude acompanhar com as alunas do curso de Consultoria de Moda e Estilo e Pesquisa de Tendências em NY, como: Layana Aguilar e Victoria Beckham. Confiram:

Tom Ford

Na noite de quarta-feira, 7, em um jantar no Four Seasons, Tom Ford se apresentou na Semana de Moda de Nova Iorque. Apesar da maioria das marcas desfilar seu verão 2017, o estilista optou pelo conceito “see-now-buy-now”, com a coleção de inverno que já começa a chegar às lojas. A ideia desta temporada é de as pessoas serem quem de fato são, buscando a ideia de glamour atrelado a diversidade.
Na passarela, as peças mais curtas e de modelagem justa, deram lugar para comprimentos midi, casacos alongados, vestidos longos e o confortáveis. O couro, pele e tweed são destaque de produções com uma cartela de cores neutras: Preto, cinza, terrosos, e alguns tons vibrantes e muito brilho.

Jason Wu

No terceiro dia de NYFW, o estilista apresentou um desfile feminino e delicado. Vestidos, calças e blusas em tons de azul, verde limão e rosa, mas o destaque é o floral, que aparece em muitas peças na forma de aplicações nas cores neon e em tecidos leves, algumas vezes transparentes.

Tommy Hilfiger

Um parque de diversões, ou melhor Tommy Pier, foi montado em South Street Seaport, para a apresentação da nova linha da grife, que tem como marca registrada a inspiração do universo navy. Além das suas peças, o evento também apresentou a parceria com a modelo Gigi Hadid. O que me chamou mais atenção foi a mistura de casacos pesados e tricôs com vestidos e peças leves. Nas estampas, muitas listras, âncoras e botões diferenciados. O estilista foi mais um a adotar o “see now, buy now” e já é possível encontrar as peças na loja.

Lacoste

Inspirada na Villa Malaparte, em Capri, a Lacoste traz um verão fresh e colorido. Sem perder sua identidade, alguns dos modelos oversized ganham versões com cintura marcada por cintos ou faixa em vestidos. Na cartela de cores: Verde, laranja, azul, branco, amarelo, roxo e cinza... Muito colorido! Nos sapatos, tamancos de madeira e tênis branco valorizam o conforto e estilo.

Tibi

Coleção com tecidos leves e tons vibrantes, como amarelo, laranja, rosa e verde... A cara do verão! Mas em alguns looks, as camisas de algodão compõem produções mais clássicas. Destaque para as mangas volumosas, elas estarão em alta na temporada.

Alexander Wang

Desconstrução é a melhor palavra para descrever a coleção de verão da marca. A alfaiataria ganhou recortes e amarrações trazendo um ar mais sexy a mulher, as camisas foram transformadas em croppeds, saias e vestidos. Todas as peças receberam um ar praiano com biquínis à mostra e amarrações. Em outro momento do desfile, produções em neon trouxeram a mistura do esportivo com a praia.
A surpresa veio ao final do desfile, onde foi apresentada a nova parceria Alexander Wang e Adidas Original.

Victoria Beckham

Uma apresentação mais madura, menos sexy e vários detalhes em alta, como: Babados assimétricos, tiras, amarrações e botas sem salto. O mais diferente foi vê-la entrar no final da passarela com essa silhueta mais desconstruída. Adorei!

Carolina Herrera

No verão 2017 da marca, muitos vestidos e saias com volume extra e cintura marcada com faixas ou corsets, que trazem um ar moderno as produções. Apesar das características fortes, o desfile traz um ar leve com a cartela de cores, que varia entre o branco e o azul. O jeans também esteve muito presente na passarela.

Jeremy Scott

Um desfile super colorido, com estampas e peças divertidas é característico de Jeremy Scott, para o verão 2017, ele se inspirou no estilo pop dos anos 80. Peças ousadas e cheias de referências, que misturam o esportivo com sexy e outros estilos.

Oscar De La Renta

Após a saída de Peter Copping, quem assina a coleção de verão da marca, é o time da Oscar De La Renta. Os novos diretores criativos – Laura Kim e Fernando Garcia – só assumem a posição em fevereiro. O verão 2017 foi dividido em duas partes, uma série leve, com peças soltas, detalhes vazados, transparência e cores claras. E para produções noturnas, o brilho entra em cena com bordados, estampas e saias volumosas.

DKNY

O desfile traz uma coleção esportiva e sexy ao mesmo tempo. Vestidos e saias curtas foram combinados com moletons e tênis, muito conforto. O mix de tecidos vai desde o tricô a tecidos high-tech. A marca investiu em produções monocromáticas e principalmente, nas cores azul, branco e verde.

Layana Aguilar

Levei minhas alunas ao desfile da estilista brasileira e talentosa Layana Aguilar, que participou e venceu o famoso reality show de televisão Project Runway, focado em design de moda.
No High Line Elevated Park, Layana brilhou com a sua coleção primavera 2017, com uma pegada esportiva sem deixar o feminino de lado. Neoprene, telas, babados e bordados sutis foram os destaques do desfile. Outro item que chamou bastante a atenção foi o tênis branco – deu para perceber que ele continua em alta, é clássico e fácil de combinar. Ou seja, vale o investimento.

Michael Kors

Trouxe um verão romântico com vestidos mídis, babados e cintura alta, bem modelados ao corpo. A alfaiataria oversized também esteve presente, com ombros maiores e, mais uma vez, a cintura bem marcada. Destaque para os babados que aparecem principalmente nas mangas. Amei!

Ralph Lauren

No último dia de NYFW, a marca levou uma coleção inspirada no country. Investiu em tons neutros como marrom, preto e off-white em ponchos, jaquetas, jeans bordado, maxi cintos e outras peças que remetem ao estilo.
Mas no final, uma segunda opção para o verão, looks de cores vibrantes com paetês e recortes vazados, seguindo o estilo setentista.
O formato “see now, buy now” embalou quase todas as marcas desta temporada, e a Ralph Lauren não ficou de fora, disponibilizou todas as peças para suas flagships ao redor do mundo!

Fotos: Divulgação/Agencia Fotosite

O que é, para que serve e quais os tipos de primers existem

BeautéChris FranciniComment

O primer é um importante item de maquiagem que funciona como um pré-make, ele prepara a pele para receber os outros produtos, deixando-a com um acabamento bem mais bonito. Além disso, traz ótimos benefícios, como: fechar os poros, suavizar marcas de expressão, controlar a oleosidade e fixar a maquiagem por mais tempo. Sua coloração pode ser translúcida, branca ou cor de pele e, deve ser aplicado entre o hidratante e a base. 

Nos dias atuais, o primer se tornou tão importante que agora já existem primers para diferentes áreas do rosto, como olhos e lábios.

Para o rosto todo, o produto deve ser espalhado com pincel ou com as mãos, como se fosse um creme. Para os olhos, pode ser aplicado nas pálpebras para intensificar as cores e a durabilidade das sombras. Já para os lábios, funciona como um hidratante labial, sem deixá-los oleosos, uniformizando sua superfície.

Também existem primers para cada tipo de pele, são eles:

Siliconados – Lembram um gel transparente. Indicados para dias frios, pois deixam a pele macia e faz a base deslizar melhor. Não são interessantes para peles oleosas.

Poros dilatados – Possuem consistência de creme grosso e seco. Preenche os poros e deixa a pele lisinha. Também ajuda nas linhas finas.

Disfarce óptico – São mais cremosos e cobrem as linhas finas, é bacana para quem não tem tanta “dilatação” na pele. 

HD – Ideais para fotos e filmes. São bem cremosos. Unem diversas funções como: controlar o brilho, disfarçar linhas finas e poros, deixar a pele mais suave e deslizar melhor a base.
Multi funções – Tudo em um produto só. Duração prolongada da maquiagem e controle da oleosidade. 

Enfim, todos contribuem para que você fique com a pele impecável e que o resultado da make fique incrível.