CHRIS FRANCINI

Casaco-Capa | Dicas de como usar esta tendência no inverno 2017

ModaChris FranciniComment

Blazers, ponchos, jaquetas, mantôs... São diversos modelos de casacos que usamos quando as temperaturas baixam e para fugir do comum, as marcas se atualizam com as tendências da temporada, como por exemplo, as capas que vamos falar aqui!

Apesar de sua proposta elegante, a terceira peça é bastante versátil e pode compor produções mais descontraídas, de acordo com a combinação escolhida.

Para o meu curso em Nova Iorque, realizado em fevereiro deste ano, produzi duas versões de capas de moletom, em preto e em azul, e personalizei com tachas para um ar mais esportivo.

Este produto faz parte do meu projeto Box Segredos de Estilo, que além da peça, acompanha uma gola/touca, com brincos para combinar. Uma solução fácil de montar looks!

[Para mais informações sobre o box de estilo, envie um e-mail para chris.francini@crossnetworking.com.br].

Existem diferentes maneiras de combinar a capa, o destaque deste inverno, é apostar em um look mais despojado, com jeans (destroyed ou não) e bota de cano curto. A blusa listrada dá um toque mais esportivo. Atual e fácil de produzir, não é mesmo? A dica é optar por comprimentos abaixo da cintura, para alongar a silhueta. Veja algumas sugestões:

Para quem não abre mão do salto alto ou das sapatilhas, pode investir em calças mais elaboradas, com bordado ou de couro, que deixem parte do pé à mostra:

Você tem uma peça desta escondida no fundo do armário ou está namorando há muito tempo em uma loja? É hora de atualizá-la com as dicas acima, apostando em combinações que estão em alta!

Trend Store Tour | Curso para profissionais em Nova Iorque

CursosChris FranciniComment

Estilistas e lojistas, vamos para Nova Iorque?

No mês de maio, ministrarei um curso muito especial para os profissionais da área, que inclui pesquisa em lojas abordando:

  • Vitrines
  • Embalagens
  • Exposição de peças
  • Tecidos
  • Aviamentos

E tudo que um profissional da área precisa saber e atualizar para as próximas temporadas!

Quer saber mais? Envie um e-mail para chris.francini@crossnetworking.com.br.

Como usar Parka (ou parca) neste inverno!

ModaChris FranciniComment

A parka é um dos componentes da tendência militarista que nos acompanha há muitas temporadas. É uma das peças mais fáceis de ser usada no inverno e pode ser encontrada em tecidos leves, para ser usada como terceira peça. Até os mais pesados, possibilitando sobreposições mais quentes, dependendo do lugar que estiver. 

O padrão do casaco é largo, comprido (abaixo do quadril) e com elásticos, alguns contém capuz, outros não. Vocês já devem ter visto uma variação de parkas no street style das principais semanas de moda: Bordadas, com patches, grafite ou lisa. Vamos falar desta última opção?!

Tradicionais e versáteis, as versões lisas podem ser uma ótima opção para substituir as bombers que foram sucesso no inverno passado.

Para não errar, prefira camisetas soltinhas ou até as t-shirts estampadas que estão super em alta! Um jeans rasgado, uma mini saia ou shorts vão deixar a produção mais descontraída.

Nos pés, aposte em uma bota de cano baixo, sapatilha e quem sabe um tênis bordado para dar um toque mais feminino. Vocês gostam? 

Abaixo vocês encontram algumas opções de onde encontrar:

[Looklink - Widget Vitrine #58525 - BEGIN ...... END]

Alguns dos meus looks com a parka militar:

Consultoria de Moda e Estilo em São Paulo

CursosChris Francini1 Comment

Estão abertas as inscrições para o próximo Curso de Consultoria de Moda e Estilo em São Paulo!

Este curso é aberto para profissionais da área, para quem pretende seguir a carreira de consultor, lojistas, estudantes de moda ou curiosos pelo tema.

O que abordaremos? A importância da imagem pessoal, o conhecimento dos tipos físicos e estilos femininos, coordenação de peças, contrastes de cores, como montar sua mala de viagem, os princípios da profissão e muito mais.

Datas:
19, Sexta-feira | 19h às 21h30
20, Sábado | 10h30 às 18h
21, Domingo | 11h às 17h30

Como participar? Envie um e-mail para chris.francini@crossnetworking.com.br e te explicaremos como fazer. Espero por vocês!

São Paulo Fashion Week N43 - 5° Dia

SPFWChris FranciniComment

RATIER

No último dia de SPFW, o inverno da Ratier traz inspirações da Romênia e no misticismo da região. O preto predomina a coleção, que traz um ar misterioso e sexy, em tecidos que vão do couro ao veludo molhado. Fica aparente que o estilista pensou em um desfile noturno, por isso, optou por peças longas e camadas. A marca apostou também no conforto de quem usa, mas com complementos mais carregados, como franjas, rendas e acessórios.

A. NIEMEYER

Em sua ótima estreia na semana de moda, a grife apresentou um trabalho incrível de handmade, que apesar do maior desenvolvimento, a coleção é bem leve e delicada para o inverno. A alfaiataria esportiva tem um caimento excelente. Linha confortável e chique, para usar desde o escritório até ocasiões mais casuais. Os meus três looks preferidos são em branco e off white, mas opções de marrom, laranja e até azul compõe a coleção nesta temporada.

AMAPÔ

Que o jeans é carro-chefe da Amapô todo mundo sabe, mas como se reinventar tantas vezes e fugir do comum? No inverno 2017, a marca escolheu retratar os problemas do Brasil com referências do mundo circense. Ou seja, macacões, jeans desconstruído, peças oversized, além das calças que ganharam uma versão estilo “palhaço”. Outro bloco do desfile que chamou atenção foram os looks pretos com metalizado, com modelagem ampla.

LAB

Na segunda coleção apresentada no SPFW, a marca mostra seu amadurecimento em diversos sentidos. O tema escolhido para o inverno foi o samba, com um mood “malandro”... Calças retas, fluidas, chapéu e jaquetões. Os conjuntos continuam bem esportivos, mas ganham um toque especial, a mistura do street com o vintage. A novidade é que os looks pretos iniciais, dão espaço para as cores e detalhes coloridos a partir dos bordados feitos à mão pela mãe dos fundadores da marca, Emicida e Leandro Fióti. Eles mostram o valor do trabalho handmade que a mãe faz desde pequena. Quem comprar a peça, não terá só os bordados, mas as histórias por trás de tudo.