CHRIS FRANCINI

PFW Fall/Winter 2016-17 - 4°Dia

Paris Fashion WeekChris FranciniComment

Loewe: A mistura do tecido rígido com o leve representa o outono-inverno da marca. O estilista Jonathan Anderson trouxe marcante e ao mesmo tempo, comercial. Saias assimétricas, plissados, couro e suéteres com mangas super longas. Os acessórios tiveram uma participação bastante importante no desfile, colares de gatinhos, máscaras ou em formato de bolsa. E mais uma vez, as gargantilhas chokers estiveram presentes.

Dior: Sem o diretor criativo Raf Simons, os estilistas Serge Ruffieux e Lucie Meier comandam o desfile da marca, em que mostram um outono/inverno nem tão clássico, nem tão futurístico. A coleção iniciada com looks pretos, passa por estampas florais e de animais e cores fortes como, por exemplo: o vermelho, laranja e verde. Brinca com o mix do colorido com o sóbrio e aposta na combinação de acessórios, principalmente, as bolsas que chamam atenção com suas novas versões, com porta-óculos e outros compartimentos. Destaque para a silhueta marcada, característica da Dior e os ombros bem marcados em mangas bugantes, ombro a ombro e golas altas. Faltou apenas um ponto de referência para a linha.

Isabel Marant: Inspirada nos anos 80, sua coleção traz um mix de tecidos e estampas cheias de atitude! Com direito a vinil, couro e tricô com estampas de animais, xadrezes e rendas transparentes. Em evidência, os babados e laços bem exageros, tradicionais da década. Nos cabelos, o famoso topete, como toda a coleção, em excesso.