CHRIS FRANCINI

São Paulo Fashion Week

São Paulo Fashion Week N43 - 5° Dia

SPFWChris FranciniComment

RATIER

No último dia de SPFW, o inverno da Ratier traz inspirações da Romênia e no misticismo da região. O preto predomina a coleção, que traz um ar misterioso e sexy, em tecidos que vão do couro ao veludo molhado. Fica aparente que o estilista pensou em um desfile noturno, por isso, optou por peças longas e camadas. A marca apostou também no conforto de quem usa, mas com complementos mais carregados, como franjas, rendas e acessórios.

A. NIEMEYER

Em sua ótima estreia na semana de moda, a grife apresentou um trabalho incrível de handmade, que apesar do maior desenvolvimento, a coleção é bem leve e delicada para o inverno. A alfaiataria esportiva tem um caimento excelente. Linha confortável e chique, para usar desde o escritório até ocasiões mais casuais. Os meus três looks preferidos são em branco e off white, mas opções de marrom, laranja e até azul compõe a coleção nesta temporada.

AMAPÔ

Que o jeans é carro-chefe da Amapô todo mundo sabe, mas como se reinventar tantas vezes e fugir do comum? No inverno 2017, a marca escolheu retratar os problemas do Brasil com referências do mundo circense. Ou seja, macacões, jeans desconstruído, peças oversized, além das calças que ganharam uma versão estilo “palhaço”. Outro bloco do desfile que chamou atenção foram os looks pretos com metalizado, com modelagem ampla.

LAB

Na segunda coleção apresentada no SPFW, a marca mostra seu amadurecimento em diversos sentidos. O tema escolhido para o inverno foi o samba, com um mood “malandro”... Calças retas, fluidas, chapéu e jaquetões. Os conjuntos continuam bem esportivos, mas ganham um toque especial, a mistura do street com o vintage. A novidade é que os looks pretos iniciais, dão espaço para as cores e detalhes coloridos a partir dos bordados feitos à mão pela mãe dos fundadores da marca, Emicida e Leandro Fióti. Eles mostram o valor do trabalho handmade que a mãe faz desde pequena. Quem comprar a peça, não terá só os bordados, mas as histórias por trás de tudo. 

São Paulo Fashion Week N43 - Confira a programação!

SPFWChris FranciniComment

Hoje começa mais um SPFW e vocês poderão acompanhar por aqui e pelo meu Instagram, as principais tendências da temporada!

Foto: Divulgação/ SPFW

Foto: Divulgação/ SPFW

A edição N43 inaugura o novo calendário de moda, realizado agora em março e final de agosto, aproximando a passarela ao calendário de varejo. Para que as coleções apresentadas, cheguem o mais breve possível nas lojas e claro, o formato "see now, buy now" está cada vez mais presente. 

Com esta atualização, Ronaldo Fraga, Reinaldo Lourenço, Helô Rocha, Iodice e Gloria Coelho, infelizmente não desfilarão, mas voltam na próxima temporada! Por outro lado, teremos seis novas marcas: Fabiana Milazzo, Two Denim, Alexandrine, A. Niemeyer e Sissa neste calendário. Oba, adorei as novidades! E vocês?
Abaixo vocês conferem a LINE UP:

SEGUNDA-FEIRA
10h Animale
13h Uma Raquel Davidowicz
17h30 João Pimenta
19h Lilly Sarti
20h Osklen

TERÇA-FEIRA
10h Vitorino Campos
11h Atelier Sissa
14h30 Ellus
15h30 Lolitta
17h Gig Couture
18h30 Two Denim
20h PatBo
21h Lino Villaventura

QUARTA-FEIRA
11h Giuliana Romanno
15h30 Isabela Capeto
16h30 Memo
17h30 Fabiana Milazzo
18h30 Apartamento 03
21h Ellus 2nd Floor

QUINTA-FEIRA
11h A La Garçonne
16h Cotton Project
17h Alexandrine por Batista Dinho
18h30 Juliana Jabour
20h Amir Slama
21h Tigresse

SEXTA-FEIRA
15h Ratier
16h A.Niemeyer
17h Sebrae Top 5
18h Reserva
19h30 Amapô
20h30 LAB

Gostaram? Então, fiquem de olho!
Beijos, Chris Francini.

São Paulo Fashion Week - N42 - 6° Dia

SPFWChris FranciniComment

Memo E+

No último dia de SPFW, a Memo faz sua estreia na passarela em parceria com a Lolitta e, transforma as roupas fitness em looks que vão além da academia. 
Na cartela de cores, tons neutros combinados com neon verde, laranja e rosa. Shorts, vestidos, bodies e parkas vazados com recortes estratégicos, dão um toque fashion a coleção, para mostrar que você pode usar as peças no seu dia a dia também.

Cotton Project

Na Galeria Baró, a Cotton apresentou um projeto experimental de releitura das tradicionais camisetas de banda, vendidas nas portas de shows, a “Merchandising Collection”. A coleção é bem esportiva e jovem, são duas linhas de sete looks cada e uma cartela de cores que varia entre tons de branco, vermelho e azul. As peças começam a ser vendidas a partir de dezembro!

João Pimenta

O verão da marca traz uma coleção mais fresh, cores claras e materiais mais leves, o que os consumidores querem vestir agora.
Saia plissadas, jaquetas bomber, camisas oversized, a modelagem não tem gênero, pode agradar a todos. As cores seguem a paleta Pantone deste ano, o rosa quartzo e azul serenity. Mas tons terrosos, branco e verde também estão presentes em tons claros e minimalistas. O estilista pensou em peças que todos comprariam após o desfile, na ideia do see now, buy now.

Coca Cola Jeans

Pense em todas as tendências desta temporada, a Coca Cola as uniu para criar sua nova coleção. Com uma pegada street style e peças oversized, a marca aumento as silhuetas, desconstruiu modelagens e apostou principalmente no jeans, em saias, vestidos e calças. As cores são as mais pedidas atualmente: preto, branco, denim e metalizado. A marca sempre busca uma personalidade pop e marcante para atrair o público jovem, não foi diferente desta vez!

Fotos: Divulgação/FFW

São Paulo Fashion Week - N42 - 5° Dia

SPFWChris FranciniComment

Gloria Coelho

A Escócia foi a grande inspiração da estilista para sua nova coleção. O inverno 2017 da marca, traz kilts com recortes assimétricos, algumas vezes sobre calças justas, vestidos festivos e até a própria bandeira do país foi parar nas estampas. Destaque para os recortes geométricos sobre tules, dão um ar mais jovem e do street style. Assim como, a combinação de vestidos longos com botinhas. A tabela de cores é sóbria, com toques de vermelho, azul, laranja e verde.

Samuel Cirnansck

Nesta temporada, o estilista deixou a moda-festa um pouco de lado para apresentar a SCK, sua segunda marca, mais casual e despojada. O jeans é o ponto de partida de quase todos os looks, combinado com estampas e alguns bordados. O azul é a cor principal da coleção, junto com rose, amarelo e branco representam uma coleção leve, que vai do jeans ao beachwear. 

Ratier

Os anos 80 invadiram a passarela no desfile da Ratier! Para a coleção de alto verão, a marca seguiu o estilo esportivo e investiu na mistura com peças de alfaiataria em tons claros e alguns pontos metalizados. As modelagens são soltas e lembram os uniformes esportivos da época, malhas, moletons e seda nas peças mais fluidas. O conceito see now, buy now foi totalmente aceita, algumas peças começaram a ser vendidas logo após o desfile.

Helo Rocha

A nova coleção tem um mood leve e romântico. Vestidos e macacões fluidos, que variam entre curtos e longos, tecidos assimétricos e muitas texturas! A estilista investiu também em aplicações de patchwork e babados para looks bem femininos. Produções desejo para este verão!   

Fotos: Divulgação/FFW

São Paulo Fashion Week - N42 - 4° Dia

SPFWChris FranciniComment

Iódice

A nova coleção da marca traz elementos culturais da Índia com toque urbano. O veludo “molhado” continua em alta, combinado com elementos de seda e muitos detalhes, principalmente de tachas e spikes nas sandálias! A modelagem é mais solta e o comprimento é o midi. Atenção para as bolsas transpassadas e com amarrações que lembram slings, tradicionais da região. A cartela de cores varia entre tons terrosos, marsala, amarelo e, o desfile ainda conta com um bloco multicolorido. 

Água de Coco

Um lindo desfile para praia e pós praia, com muitos bordados! As calcinhas maiores foram combinadas com top mais sensual, enquanto outras calcinhas continuam menores. As estampas pretas e brancas deram um toque urbano chique a coleção, assim como as estampas de listras na cava e nas alças! Adoro o bloco de kaftas e biquínis sunquínis com a calcinha toda bordada com coqueiros. 

Ronaldo Fraga

O clima do real e do místico tomou conta do Theatro São Pedro na tarde de ontem em São Paulo. O estilista buscou referências femininas dos anos 20, 30 e 40 para criar os vestidos trompe com toque de fantasia, nas estampas e mangas mais bufantes. A silhueta sempre marcada.
Ronaldo Fraga não quis apresentar apenas um desfile de moda, mas um protesto pelo respeito e aceitação por todos que estiveram nas passarelas e contra a violência sobre eles. O casting contou com modelos transexuais e travestis e emocionou a todos que estavam presentes.

Vitorino Campos

Mais uma marca que investe na mistura do feminino e masculino de uma forma segura e com caimentos pontuais. O desfile é dividido em dois blocos: O primeiro, mais fresh e com cores claras, como os tons de rosa. Usaram muito a estampa xadrez em modelagens mais largas.
Enquanto o segundo, vai para uma cartela de cores mais sóbria com looks pretos, cinza e peças mais estruturadas ao corpo.

Amir Slama

Sempre com surpresas na moda praia, Amir Slama buscou referências dos anos 80 para levar uma coleção atual e imediata para as passarelas, pensando principalmente na procura das mulheres para o fim do ano. 
A coleção “Tropical Jungle” traz uma diversidade de recortes e tiras para todos os gostos. A cartela de cores foi um dos destaques, o estilista inicia o desfile com peças pretas, que vão dando espaço a estampa animal print, que além da cor tradicional, aparecem tons de rosa, laranja, roxo e, finalizam em looks brancos.

Osklen

A marca levou às passarelas sua primeira coleção no conceito “see now, buy now”, looks elegantes, leves e a cara do alto verão! Os principais acessórios foram os chapéus e alpargatas, presentes em todas as produções. Um desfile monocromático, com cores vibrantes e em outro bloco, estampas tropicais de coqueiros e margaridas. As silhuetas são amplas, com seda e uma proposta indispensável para a próxima estação.

Fotos: Divulgação/FFW