CHRIS FRANCINI

desfiles

São Paulo Fashion Week N43 - 1° Dia

SPFWChris FranciniComment

ANIMALE

Abrindo a edição N43 do São Paulo Fashion Week, a Animale apresentou sua coleção na flagship da marca, localizada na rua Oscar Freire. A nova coleção segue o conceito “see now, buy now” e traz peças de desejo imeditado! Lingeries, jeans masculino e botas curtas, buscando um pouco do estilo oitentista, mas com recortes modernistas e um ótimo jogo de texturas. A alfaiataria surge mais romântica e com novo recorte, sempre combinada com as lingeries. Sexy e elegante. As jaquetas de couro foram desconstruídas em diferentes peças, como os coletes e vestidos de píton unidos as camisas brancas. Elas nunca saem de moda! Atenção também para a grande quantidade de couro.

UMA

A Pinacoteca do Estado foi o local escolhido por Raquel Davidowicz para o desfile de sua grife. Seguindo o DNA minimalista, a designer investiu em uma alfaiataria confortável e fácil de usar. A coleção ganhou muitas amarrações, fendas e recortes assimétricos, que continua em alta. Gosto muito da proposta de mangas alongadas e da combinação de looks leves com botas com solado de borracha. A marca surpreendeu ao convidar a ex-modelo Suzana Kertzer, de 67 anos, para representar a diversidade da moda. Roupa não tem idade, todos podem se vestir bem, desde que siga seu estilo e personalidade.

JOÃO PIMENTA

Nesta temporada, o estilista deixou de lado os tons pastéis e apostou nas cores claras. A alfaiataria ganhou uma versão desconstruída, com bordados e recortes. A coleção segue um estilo esporte chic com looks mais descolados e menos padrão.

LILLY SARTI

Inspirada nos anos 80, a marca iniciou sua apresentação com looks em cores clássicas e foi passando por uma variação de tons de rosa. Diversas opções de tonalidades que vão do vinho ao rosé, em alta neste inverno! Afinal, é bom sair do desejado preto e branco, para investir em um diferencial. Os tecidos são leves, com um pouco de volume e shapes que vão fazer sucesso, principalmente nas produções noturnas. O couro, especialidade da grife, está em muitas das composições.

OSKLEN

A nova coleção traz referências da Islândia, última viagem do estilista da marca, com a estética local e leve toque esportivo. As roupas combinam o conforto com o sofisticado, peças de seda se misturam com os moletons. O que chamou muita atenção no desfile da grife, foi a beleza escolhida para as modelos, a marca apostou em uma make natural e blush com ar de queimado de sol.

Fotos: Divulgação FFW/SPFW

Qual gostaram mais? No meu Instagram vocês podem ver alguns desfiles na íntegra! Fiquem de olho.
Beijos.

São Paulo Fashion Week – N42 - 2° Dia

SPFWChris FranciniComment

A La Garçonne

Direto do MASP, a dupla Alexandre Herchcovitch e Fabio Souza, apresenta sua segunda coleção da A La Garçonne. O feminino e o masculino aparecem ao mesmo tempo, tanto para homens, como para mulheres e uma grande mistura do forte com o suave.

O estilo esportivo está em alta, assim como em outras marcas e, é representado pelas telas, números estampados e jaquetas por cima da sensualidade das rendas e transparências. Mais uma vez, os estilistas investiram na combinação do vintage com o novo em sintonia. 

Os acessórios foram feitos novamente em parceria com Hector Albertazzi, as peças estão lindas e marcantes.

Reinaldo Lourenço

Inspirado em sua última viagem, para a Suécia, o estilista apresentou uma coleção de contrastes de cores, estampas e texturas. Destaque para a combinação das listras nas peças de alfaiataria com estampas florais nos tecidos fluidos e algumas vezes, mangas bufantes. 
Os plissados continuam em alta e, desta vez até em looks completos. O efeito foi causado por fitas aplicadas por cima dos tules. As atualizações aparecem também no bloco de vestidos de festa com o tricô canelado nas golas rolês.  

Patrícia Viera

Nesta temporada, o ponto de partida da coleção de Patrícia Viera foi a Ilha de Páscoa, uma ilha da Polinésia oriental. Com toda sua técnica com o couro e outros materiais, apresentou looks que contrastam o leve e o pesado, com referências do seu destino de inspiração. A mulher da marca é sempre muito feminina, e a cartela de cores conta com tons de azul, verde, nudes e laranja, em alta para o verão. Aparentemente mais leves, as peças ganharam movimento através das franjas.

LAB

O cantor Emicida e seu irmão Evandro Fióti se uniram com o estilista João Pimenta para levar às passarelas o que já vinha sendo comercializado nos shows. Em sua estreia na SPFW, a LAB apresentou uma coleção que mistura muitos elementos do street style com alfaiataria. Influências orientais e africanas passaram pelos looks em preto, branco e vermelho. Peças masculinas e femininas transitam no desfile sem gênero e medidas, moda para todos!

Fotos: Divulgação/FFW

São Paulo Fashion Week – N42 - 1° Dia

SPFWChris FranciniComment

O São Paulo Fashion Week N42 teve início domingo com o desfile da Animale. A edição recebeu o nome de Trans42, para representar a transformação, transgressão e transição que vivemos no mundo de hoje. São mudanças em uma velocidade da informação maior do que estamos acostumados. 
A temporada traz pela primeira vez o conceito “see now, buy now”, com a proposta de apresentar peças que imediatamente estarão nas lojas. A ideia de estar sempre se atualizando no mercado. Os desfiles acontecem até o dia 28 de outubro, no Parque do Ibirapuera e outros locais da cidade. Confira a line up aqui.

Animale

A Animale abriu o SPFW com um lindo desfile, um dos seus melhores! A marca investiu em sobreposições e misturas de branco e bege. Um dos destaques da coleção é a combinação de elementos masculinos de bolsos grandes, com a delicadeza das rendas e tules, bem feminino. Brilho e exuberância se encontram com uma elegância sutil, causando esse contraste. Parte da coleção já está disponível nas lojas.

Para conferirem todos os looks da apresentação, acessem o site oficial do evento ou confiram nas lojas mais próximas de você.

Fotos: Divulgação/FFW

SPFW Edição N42 - Line Up

SPFWChris FranciniComment
                                                       (Foto: Reprodução/FFW)

                                                       (Foto: Reprodução/FFW)

A edição N42 do São Paulo Fashion Week tem início no próximo domingo, 23 de outubro.
Esta temporada é marcada por transições, com menos desfiles e no formato "see now, buy now", as apresentações acontecerão no Parque do Ibirapuera e outros pontos da capital. Quem está ansioso?

Confiram abaixo as datas e horários dos desfiles e programem-se!

Domingo (23.10)
17h Animale

Segunda-feira (24.10)
10h30 A La Garçonne
13h30 Reinaldo Lourenço
17h30 Patrícia Viera
19h30 LAB

Terça-feira (25.10)
10h00 Fernanda Yamamoto
11h30 Lolitta
14h30 Experimento Nohda
17h30 A. Brand
19h30 Lilly Sarti

Quarta-feira (26.10)
10h00 Iódice
12h30 Água de Coco
14h30 Ronaldo Fraga
17h00 Vitorino Campos
18h30 Amir Slama
20h00 Osklen

Quinta-feira (27.10)
12h20 Gloria Coelho
13h30 VIX
17h00 Just Kids
18h00 Samuel Cirnansck
19h30 Ratier
20h30 Helo Rocha

Sexta-feira (28.10)
13h00 Memo E+ (Sala Ibirapuera)
16h00 Cotton Project (externo)
19h00 João Pimenta (Sala Ibirapuera)
20h30 Coca Cola Jeans (Sala Ibirapuera)

 

Resumo Semana De Moda De Milão Primavera/Verão 2017

MFWChris FranciniComment

Gucci

O verão 2017 da marca apresentou a mistura de todos os estilos, cada modelo traz uma história, um estilo e uma ocasião. Destaque para produções básicas desfiladas ao lado de vestidos de festa. O melhor do estilista Alessandro Michele, ele dá sentido as roupas na passarela e traz mudanças a cada coleção. Amei!

Alberta Ferretti

No desfile de Alberta, o estilo romântico ganhou detalhes sensuais de couro, amarrações e transparência que contrastam as saias volumosas, babados e cores intensas. Em uma segunda parte do desfile, com a modelo Isabeli Fontana, a coleção apresenta looks de alfaiataria com cintura bem marcada e tecidos fluidos misturados com peças mais rígidas, trazendo a ideia do sexy com o moderno.

Roberto Cavalli

A mulher Roberto Cavalli tem uma referência exploradora, de diferentes culturas. Na terceira coleção de Peter Dundas para a marca, reforça a combinação do antigo com o moderno. Com referências dos anos 70, o estilista investiu em estampas étnicas e um toque boho, muitas vezes com a sobreposição de outros materiais como alfaiataria, detalhes em couro e, cores vibrantes. Os patches tiveram forte presenças em calças jeans flare e vestidos de babados. Mas o patchwork vai além da aplicação que estamos acostumados, foram usados: lurex, couro, seda e outros materiais nobres. 

Max Mara

O tropicalismo e trabalhos da arquiteta Lina Bo Bardi inspiraram o verão 2017 da Max Mara. A coleção traz uma alfaiataria e modelagem que remetem ao trabalho de Lina e as estampas tropicais e imagens da fauna brasileira representam toda beleza do país. Na cartela de cores, tons vibrantes, como: Verde, laranja, amarelo, rosa, azul combinados com cinza, nude, preto e branco. 

Fendi

O verão 2017 da marca apresenta a mistura do século 18, misturados com elementos modernos e esportivos. O couro está em quase todas as peças: Vestidos, saias e tops com aplicações. Atenção para as mangas amplas que continuam nesta temporada, assim como os recortes que aparecem em alguns tops. As peças são leves e fáceis de usar. As bolsas, marca registrada de Karl Lagerfeld, continuam no desfile, coloridas e divertidas, complementando os looks.

Prada

Um dos desfiles mais aguardados da MFW, a marca fez uma apresentação que fala do retrô e do futurista, ao mesmo tempo usa elementos clássicos e projeta o futuro. A mistura de texturas e sobreposições é inusitada. Em destaque, a estampa xadrez com plumas nas mangas e vestidos, estilo “sleepwear”, sobrepondo peças esportivas. A estilista busca a sensação daquilo que já foi visto com o novo ou diferente. Adorei!

Moschino

Nesta temporada, a marca trouxe uma coleção inspirada nas bonecas de papel e produções inspiradas nos anos 50, 60 e 80. Foram desfilados alguns looks montados de lingeries, peças de couro, vestidos para dar um efeito fun a passarela. As estampas de poá e floridas ganham espaço em meio a moletons divertidos. Após o desfile, a Moschino lançou uma nova coleção-cápsula, desta vez com o tema cápsulas e comprimidos que já estão à venda no e-commerce da marca.

Giorgio Armani

Os tons de azul invadiram o verão 2017 da Armani. A coleção é leve e com muitas estampas gráficas. As bermudas são um ponto forte desta temporada, trazem um visual tradicional com toques femininos. Destaque para peças cobertas com cristais, bem moderno!

Etro

Inspirada em uma mulher aventureira e chic, o verão 2017 da marca traz suas tradicionais estampas étnicas, que ganham cores mais intensas, como: Rosa, azul e amarelo. Inspirado Transparências, babados e complementos dos vestidos causam uma sensação de leveza. As amarrações e acessórios dão um toque jovem e atual.

Bottega Veneta

Em comemoração aos 50 anos, a grife sua coleção de verão com looks leves e monocromáticos ideal para a estação. Atenção para o ótimo uso do couro, especialidade da marca. Além disso, uma série de tricô trouxe produções super femininas.

Marni

Looks de alfaiataria monocromáticos, cintos e mangas volumosas e, peças fáceis caracterizam o verão da Marni, que também apresentou uma série com estampas. As proporções inusitadas e volume continuam nesta temporada, assim como as sobreposições. Os detalhes de corda pontuam toda coleção.

Dolce & Gabbana

Com uma super produção focada em uma temática tropical, a Dolce Gabbana chamou atenção em Milão com um desfile leve e divertido. Sorvete italiano, espaguete, pizza são destaques desta temporada nas estampas da marca! Os tradicionais bordados pontuam os jeans e jaquetas, que foram combinados nessa coleção, criando uma ideia de combinações para o dia. Para os pés, os slippers com uma pequena plataforma, mas o destaque foram os saltos que iluminam. Se em Nova Iorque você viu tênis com luzes embaixo, na cidade italiana é a vez dos saltos! 

Salvatore Ferragamo

Os looks monocromáticos também foram destaque no desfile da marca, que apresentou poucas estampas. A coleção traz peças de alfaiataria com cintura marcada e, o destaque são as mangas arredondadas! As bolsas grandes contrastam as cores das roupas. Em alta, as flatforms pontuaram todas as produções.

DSquared2

Enquanto algumas marcas optam pelo minimalismo, a DSquared2 fez totalmente o contrário, apresentação em seu verão, uma coleção com mix de tecidos e estampas, diversos detalhes (nada discretos!), estampas, brilhos, mangas volumosas e ombros bufantes. Todas as peças de cada look trazem uma informação de moda, sandálias com acessórios, cintos decorados. 

Quer saber como foram as outras semanas de moda? Nova Iorque - Londres